Casarão do Vinil na Mooca

Nesse último sábado visitamos o Casarão do Vinil. Como o nome já fala é uma casa bem antiga, cheia de discos de segunda mão e que é sempre visitada por colecionadores e fiéis ao som de “alta fidelidade” ou apenas simpatizantes de uma boa vitrola nostálgica.

image

O lugar funciona de segunda a domingo, das 9h00 às 18h00, ali na Rua dos Trilhos, nº 1212. Usamos o estacionamento do Extra que é bem perto.

image

Já na entrada vemos uma casa rosa, com portão de casa de vó e um quintalzão gigante. Fomos recebidos por cinco cachorrinhos fofos e dóceis que moram lá, super curiosos em saber quem estava chegando.

image

O andar de baixo do casarão é dedicado aos vinis mais baratos, de R$29,99, e lá é uma mistureba só (muita trilha sonora, artistas e coletâneas bizarras, nada muito selecionado). Mas dá para achar umas coisas boas! Por exemplo, para quem não tem nada do Wings, já dava para levar uns cinco! Achei Paul McCartney, John Lennon, Talking Heads e outras coisas que nem lembro. Como já temos a maioria das joias que citei, levamos apenas três que estavam faltando para completar a discografia: True Stories do Talking Heads, On Every Street do Dire Straits e Cargo do Men At Work.

image

Na parte de cima já encontramos salinhas com discos mais selecionados e em boa qualidade, então é coisa boa atrás da outra e em muito bom estado. Nessa parte da casa os preços são separamos por salinhas, que vão de R$49,90 até R$100.

image

Há algumas salas destinadas apenas aos discos nacionais, para facilitar quem busca só música brazuca.

Uma dica é sempre conferir o vinil AO MÁXIMO. Além da olhadinha para ver se está riscado, conferir se o disco corresponde às capas e até aproveitar as vitrolas de lá e dar uma ouvida nas faixas principais (o do Cargo que levamos estava torto, coisa imperceptível ao olhar, só sacamos quando fomos ouvir em casa e pulava tudo, e aí já era L) .

Eles aceitam cartão \o/

Anúncios