Sobre ser Bela, recatada e do lar…

Esse assunto tem dado o que falar e preciso falar sobre ele! Vi um post no Blog Futilidades QUE GOSTO MUITO e me inspirei. Inclusive, vou copiar algumas frases da Carla (estarão em itálico) porque achei as colocações dela MUITO perfeitas. Vou apenas completar com minha visão e realidade. Então vamos lá:

O bafafá começou quando uma revista (de alto nível de circulação e influência) fez uma matéria sobre Marcela, a esposa do vice presidente Michel Temer. Não vou botar o link porque não estou afim de dar mais acessos para essa publicação, mas para quem não leu ou está boiando sobre isso, a capa traz Marcela Temer com a seguinte frase: Bela, recatada e do lar.E na matéria dentro da revista vemos mais problemas: são linhas e linhas falando (e diria que até tentando nos convencer) de ela é a mulher perfeita e Michel Temer é um sortudo por ter uma parceira que vive para cuidar da casa e do filho, usa vestidos na altura dos joelhos e é muito mais nova do que ele.

Blog Bruna Nobre: Bela, recatada e dor lar

Oi?
O problema aqui não é escolher cuidar da casa, largar tudo e cuidar dos filhos e muito menos usar vestidos na altura do joelho. Essa é uma escolha que não é mais nem menos digna para ninguém. Não julgo quem vai no cabeleireiro, na esteticista, malha o dia inteiro e tem vida de artista. Não julgo quem prefere ser recatada. Não julgo mulheres novas que resolveram se casar com homens mais velhos. O problema aqui é passar a imagem de que esse é o papel da mulher perfeita, da mulher digna. Peraí, e quem NÃO quer ser dona de casa? Quem prefere se dedicar a carreira? E a mulher que não quer ter filhos? Prefere saias mais curtas? É menos Digna? É menos perfeita? NÃO!

Blog Bruna Nobre: Bela, recatada e dor lar

Aqui estamos julgando uma revista como a Veja, de tamanha visibilidade, voltar no tempo e querer vender que o papel perfeito para uma mulher são os costumes e dia a dia que Marcela Temer escolheu para ela. Julgo mais ainda ao saber que foi uma jornalista que assinou o texto.

Blog Bruna Nobre: Bela, recatada e dor lar

LUGAR DE MULHER É ONDE ELA ESCOLHER. Inclusive, escolher o que fazer da vida é um direito de todas as mulheres (na verdade é um direito de todo e qualquer ser humano). Se ela quer ser recatada e do lar, ninguém tem nada a ver com isso. O problema é pensarem que ela é modelo único de esposa para todos os homens que querem se sentir sortudos.

Eu vou pro bar, não pretendo ser dona de casa, nem passa pela minha cabeça ter filhos e, apesar de ter algumas saias midis no guarda roupas, esse modelo está longe de ser o mais usado no meu dia a dia, assim como muitas amigas minhas, todas muito gente boas. DIGNAS, PERFEITAS e com namorados (ou namoradas) sortudxs também. Ou sortudas por estarem muito bem sozinha, obrigada.

Pois acho que realmente sortudo é o casal que está feliz, que tem como parceiro alguém que o respeite, ame, seja companheiro, independente da beleza, do comportamento ou da profissão, não é mesmo?

Acho super legal a campanha #belarecatadaedolar para destruir essa ideia de que mulheres com outros comportamentos não são aceitáveis ou bem vistas. Quem sabe um dia a gente consiga chegar em um tempo onde todas seremos belas (independente do peso, idade ou tipo de cabelo), bem resolvidas (isso é, se quisermos ser recatadas ou devassas, é um problema nosso e só nosso) e com a profissão que nós escolhermos, seja ela “do lar” ou “do mundo”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s