16 filmes que são jóias escondidas na Netflix

Tá de bobeira? Que tal um filminho? Separei 16 longas incríveis que estão perdidos entre as centenas de opções na Netflix e que você precisa ver! Tem de tudo: romance, terror, drama, comedia. Vem:

1. PARIS, TEXAS

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

Paris, Texas é um filme lento (bem lento), mas não deixa de ser genial. Conta a história de Travis (Harry Dean Stanton), que, quatro anos após abandonar sua família, é encontrado sem memória em um hospital. A lentidão, inclusive, é o que dá um toque especial, transmitindo toda a melancolia e culpa do protagonista. É dirigido por Win Wenders, aclamado diretor alemão.

2. Os Excêntricos Tenenbaums

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

Amo o trabalho de Wes Anderson, e esse filme se destaca pelo humor fugaz GENIAL (parecido com o de Pequena Miss Sunshine). Outras duas coisas que pode se esperar são personagens encantadores e um figurino fabuloso. A história do longa não é novidade no mundo do cinema, mas a maneira como é contada deixa tudo mais divertido e mágico. Royal (Gene Hackman) é um vigarista e só decepciona sua família, até que um dia é expulso de casa. Anos depois volta com a história (inventada) de estar morrendo, tudo isso para se aproximar dos filhos. O filme conta também com atores espetaculares (Ben Stiller, Gwyneth Paltrow, Luke Wilson, Owen Wilson). Acho apaixonante!

3. O Enigma de Outro Mundo

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

Conhecido mais por seu nome em inglês, The Thing (a coisa) é um filme estadunidense de 1982, dirigido por John Carpenter e com a participação de Kurt Russell como protagonista. A história se passa em uma base de pesquisa na Antártida e envolve muito terror, suspense e ficção cientifica. Apesar dos efeitos especiais ultrapassados, ele é incrível pelo desenrolar do roteiro e a pulga atrás da orelha que o suspense proporciona durante todo o filme.

4. Superbad

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

Trabalhou pra caramba e está afim de ver um filme easy watching? Mas ainda assim não quer tirar saro da sua inteligência? Superbad é um besteirol americano de 2007, comédia do diretor Greg Mottola estrelado por Jonah Hill e Michael Cera. A história gira em torno de adolescentes que querem comprar bebidas e perder a virgindade (NADA ORIGINAL, EU SEI), mas o longa é repleto de piadinhas astutas e gira em torno da questões como amizade e descobrimento, de uma maneira não muito pesada. Vale a pena!

5. Inquietos

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

Tá, chegou a hora de falar de algo mais romântico. Inquietos é um filme americano de 2011, dirigido por Gus Van Sant e escrito por Jason Lew, com Henry Hopper e Mia Wasikowska nos papéis principais. O longa conta a história de uma adolescente que sofre com um câncer terminal, mas nem por isso quer perder o que lhe resta de vida ou evitar um romance, que ironicamente acontece com um moço bem problemático sem amor nenhum pela vida. É mágico! Super cute.

6. Thelma & Louise

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

Esse é bem famosinho. Clássico dos anos 90s, “Thelma & Louise” é um daqueles filmes que estão em qualquer lista para ver antes de morrer de qualquer cinéfilo. A história é sensacional e puxa questões bem atuais: Thelma (Geena Davis) é vítima de um relacionamento abusivo e topa fugir de seu opressor ao lado da amiga Louise (Susan Sarandon). O problema é que no meio do caminho elas acabam se envolvendo com um crime e começa uma fuga alucinante da polícia. Um filme incrível sobre amizade, independência feminina e que ainda traz como bônus o jovem Brad Pitt.

7. Manhattan

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

Esse filme está no pódio de melhores longas de Woody Allen por estar repleto de pontos fortes do diretor (muito bem explorados): diálogos maravilhosos, humor ácido, críticas sociais afiadas e… Nova York! Outro filme obrigatório para as cinéfilas de plantão, com certeza um longa que marca a história do cinema, especialmente no quesito construção de diálogos.

8. Educação

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

Educação é um drama britânico de 2009 baseado em um livro de memórias autobiográficas de mesmo título escrito pela jornalista britânica Lynn Barber. Estrelado pela incrível Carey Mulligan, conta a história de uma adolescente dividida entre seus estudos para ingressar na faculdade e viver um grande amor. Mais um filme sobre descobertas, amadurecimento e, por que não, independência feminina.

9. Ginger & Rosa

20_filmes_netflix8

Filme para quem ama histórias que se passam durante o BOOM dos anos 60s: estamos falando de revolução sexual e ameaças de uma bomba nuclear em um momento jovem completamente modificado pela pop culture. E é nesse cenário, de uma efervescente Londres, que conhecemos a amizade de Ginger (Elle Fanning) e Rosa (Alice Englert), duas garotas espertas que desejam não ter o mesmo destino que as mães. Obstáculos (da vida) chegam para colocar a amizade em prova.

10. White Elephant

20_filmes_netflix6

Amo o olhar de diretores latinos: sempre bom para sair daquela mesmice estética e cultural dos filmes europeus e americanos, trazendo nossos pensamentos para algo mais próximo de nós. A história gira em torno de dois padres que resolvem comprar briga para ajudar os mais pobres na periferia de Buenos Aires. O diretor Pablo Trapero faz toda a diferença e não deixa o longa cair no clichê, além de ter Ricardo Darín arrasando na atuação.

11. Um drink no Inferno

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

From Dusk Till Dawn é um filme de horror estadunidense de 1996, dirigido por Robert Rodriguez e escrito por Quentin Tarantino, estrelado por nomes de peso como George Clooney, Harvey Keitel, Juliette Lewis, Salma Hayek e pelo próprio Tarantino. É um trash sensacional com fortes influências dos anos 90s. O longa transita entre o terror, o nonsense, humor ácido e um ar de road movie. Estamos falando de um roteiro escrito por Tarantino, né.

12. Dr. Fantástico

20_filmes_netflix16

Dr. Strangelove or: How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb, ou apenas Dr. Strangelove ou ainda Dr. Fantástico, é um filme de 1964 dirigido por Stanley Kubrick. Primeiro: toda a excelência de um dos melhores diretores do século XX. Segundo: um humor negro feito bem no meio dos anos 60 sobre um dos assuntos mais polêmicos da época, envolvendo politicagens e um medo mundial que estava à flor da pele. Vale muito a pena assistir!

13. Kramer vs. Kramer

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

Apesar de não se abrir, Joanna Kramer (Meryl Streep) estava em depressão e exausta. Simplesmente não se via no papel de esposa-troféu com uma existência baseada em cuidar do filho e esperar o marido voltar do emprego, que era o que a vida havia oferecido para ela até então. Até que um dia ela cansa e, simplesmente, vai embora (!!!). E é aí que começa o filme, quado o marido, Ted (Dustin Hoffman), se vê obrigado a cuidar sozinho do pequeno Billy (Justin Henry), algo antes impensável. Pelo papel, Meryl ganhou seu primeiro Oscar e é mais um filme que questiona qual é o papel da mulher e sua independência. Incrível! E o desfecho é uma reviravolta sensacional.

14. Perdidos na Noite

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

Estamos falando apenas do grande vencedor do Oscar de 1970 (Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Roteiro Adaptado). O longa traz um jovem chamado Joe Buck (John Voight) que resolve ir embora do Texas para tentar a vida na cidade grande (até aí parece clichê, mas…). Em Nova York, vestido como cowboy, ele começa a ganhar dinheiro como garoto de programa. Desilusão vai, desilusão vem, Joe encontra “nos braços” de Ratso (Dustin Hoffman), um “mendigo” coxo e mal-humorado, alguém para lhe fazer companhia, construindo uma relação apaixonante. Reflexo da sociedade da época, o longa foi um estopim em Hollywood para temas mais polêmicos.

15. Monty Python – O Sentido da Vida

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

Uma das jóias não apenas da Netflix, mas dos anos 60 até o comecinho dos 8o, os seis Pythons (John Cleese, Graham Chapman, Terry Jones, Eric Idle, Terry Gilliam e Michael Palin) resolvem explicar O Sentido da Vida no filme. Estes britânicos contam sete pequenas historinhas (bem sátiras e ácidas), com temas que vão desde o nascimento até a morte, tentando encontrar a resposta para o título do longa.
Eles não levam o sagrado nem a virtuosidade da história à sério, e depois de um filme deles VOCÊ nunca mais verá a vida e trajetória da humanidade com os mesmos olhos.

Ps: gosta de “Porta dos Fundos”? O grupo liderado por Fábio Porchat bebe (e muito) na fonte dos Pythons. Portanto, é fácin fácin encontrar semelhanças entre o grupo inglês, especialmente nesse filme de 83,  e os vídeos do badalado canal do YouTube.

16. Loucamente Apaixonados

Filmes que são jóias escondidas na Netflix

Esquece o título péssimo, o filme é bom mesmo, garanto. Anna (Felicity Jones) é uma britânica que conhece Jacob (Anton Yelchin) enquanto fazia um intercâmbio nos Estados Unidos. Ela fica tão apaixonada pelo boy que ignora a validade do seu visto e é deportada do país. O jeito vai ser fazer a relação dar certo a distância.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s