Deu o que falar: Jenny Beavan e o Oscar

Desde manhã só se fala do Oscar. Coisas felizes, mas infelizmente há coisas tristes também. Uma delas (que me fez abrir o note e vir protestar agora mesmo) é sobre o look de Jenny Beavan na premiação, ganhadora do prêmio de melhor figurino por seu trabalho em Mad Max: Fury Road.

Blog Bruna Nobre: Jenny Beavan e o Oscar

O vídeo dela indo receber a estatueta já deprime quando percebemos que alguns ali presente não aplaudem Beavan e apenas a medem de cima a abaixo.

Blog Bruna Nobre: Jenny Beavan e o Oscar

Depois, na internet, me deparo com comentários do tipo: “Como alguém que ganha melhor figurino vai vestida assim?”.

Ela até fez uma declaração sobre o ocorrido:

“Estou muito feliz em falar sobre isso. Não sou de vestidos e absolutamente não sou de saltos, tenho problemas nas costas. Fico ridícula em um vestido lindo. Essa foi uma homenagem a ‘Mad Max’ (…). [Essa jaqueta] é Marks & Spencer com [bordado] Swarovski nas costas. Tive um problema no sapato e o glitter caiu. Estou me sentindo confortável e, até onde percebo, estou realmente arrumada!”

Eu abraço essa declaração como quem abraça um travesseiro pelos seguintes motivos:

Acredito que estar elegante é, antes de tudo, estar confortável e segura daquilo que você está vestindo. Essas duas sensações são responsáveis por metade (se não mais) do look. Não adianta estar em um vestido divo ou um sapato de vários mil reais se você demonstra insegurança e desconforto. Seja honesta com você mesmo, com o que você está sentindo. O que você está vestindo deve representar VOCÊ e isso tem que estar intrinsecamente ligado ao seu bem estar. Se ela se sente ridícula em um vestido de festa, porque raios ela é obrigada a usar um? Eu mesma, às vezes quando uso uma peça meio difícil, vou ficando grilada com ela e no decorrer do dia vejo meu look desmoronar. Porque alguém iria querer ter esse sentimento em uma premiação? E pior: porque alguém iria arriscar uma dor nas costas em uma premiação apenas para usar salto?

Blog Bruna Nobre: Jenny Beavan e o Oscar

Ela é segura sobre quem ela é e sobre seu ótimo trabalho, sabendo que não iria ser menos merecedora da estatueta por estar vestindo uma jaqueta de couro. Jenny Beavan é uma profissional renomada e já foi indicada 10 vezes ao prêmio (inclusive pelo “O Discurso do Rei”). Seu trabalho em Mad Max foi excepcional: assisti o filme e o figurino é perfeito. São peças que te passam o sentimento de estar naquele deserto mesmo, em um fim do mundo futurístico.

Blog Bruna Nobre: Jenny Beavan e o Oscar

Figurino cheio de detalhes e que, apesar de passar a impressão de ser pesado, permite que os atores se movam naturalmente.

Blog Bruna Nobre: Jenny Beavan e o Oscar

Só queria falar que você, Jenny Beavan, é INCRÍVEL. Seu talento não diminuí por algumas pessoas terem recusado te aplaudir ou te criticado pelas suas roupas ontem a noite, e o fato de você ter escolhido roupas que prezam pelo seu conforto, personalidade e te fazem se sentir segura, não ligando para o que os outros pensam porquê você confia no seu taco, só te torna ainda mais admirável. Parabéns!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s