Meu roteiro turístico em Brasília

Brasília me ensinou que quando a gente vai para uma cidade turistar, surgem várias dúvidas sobre por onde começar e o que ver depois. Por isso é importante fazer um roteiro para não se perder.

Blog Bruna Nobre: BrasíliaO meu foi feito em cima da hora, pois é uma lição que só aprendi agora haha, mas talvez dê um help para quem vai para Brasília. Tive a ajuda de uma amiga que nasceu e mora lá até hoje, do noivo dela e do Google, claro.

Vamos lá:

Sexta-feira

Fiz um tour pelo Congresso Nacional. Lá é aberto diariamente das 8h30 até às 17h30, e de meia em meia hora saem turmas com um guia. Precisa ter atenção com os trajes: sem saias muito curtas ou bermudas, os sapatos precisam cobrir todo o pé, tipo sapatilhas (nada de rasteirinhas ou chinelos).

Fui subindo (nesse dia eu estava sozinha) pelos ministérios até a Catedral de Brasília e andei até o Shopping Conjunto Nacional para fazer umas comprinhas na farmácia. Minha amiga me encontrou lá e fomos para um barzinho chamado 5uinto, que fica na CLN 102, Bloco A, s/n – 56 – Asa Norte, DF, 70722-510

Sábado

Começamos o dia já atravessando a Ponte JK

#arch

A post shared by Bruna Nobre (@bru.nobre) on

Partimos então para a Torre de TV. Lá você sobe e tem uma vista privilegiada da cidade.

Infelizmente no dia o elevador estava em manutenção e conseguimos ir só até o mezanino, mas mesmo assim valeu a pena: lá vimos uma vista linda da praça dos três poderes e conhecemos um mural de Athos Bulcão.

Na pracinha embaixo da torre tem uma feirinha hippie com muita coisa bonita e barata. Vale a pena dar uma olhada! Ela está lá só aos sábados.

Processed with VSCO with hb2 preset

Mural de azulejos feito por Athos Bulcão

Depois seguimos para a Catedral de Brasília. Na sexta eu não consegui entrar nela, então ainda havia algumas coisas para ver por lá.

A luz #arch

A post shared by Bruna Nobre (@bru.nobre) on

QUE LUGAR MARAVILHOSO! Eu já era apaixonada antes de conhecer pessoalmente, é a obra de Niemeyer que eu mais gosto.

Se for até lá, não deixe de fazer o truque do som (você fala próximo da parede e a outra pessoa escuta de outro ponto dela, com o ouvido próximo. Sério, é bizarro). Achei um vídeo no Youtube para exemplificar melhor:

Fomos depois no Museu Nacional de Brasília, que fica entre a Catedral e a Biblioteca Nacional. Lá está tendo uma exposição de fotos p&b.

#vscoart #vscogood #vscogrid #vscobrasil

A post shared by Bruna Nobre (@bru.nobre) on

A arquitetura do museu tem vários traços de Niemeyer: rampas, curvas, esferas.

A próxima parada foi o Memorial JK, que foi também o primeiro lugar que tivemos que pagar para entrar (R$10 inteira).

O museu conta toda a trajetória do ex presidente, desde sua infância. As partes mais legais para mim foram 1. a biblioteca: o senhor que estava na porta explicou várias coisas maras, muitas curiosidades, inclusive de outros pontos turísticos. O mais legal foi perceber que a ponta do sapato do JK em um quadro pintado por Portinari, que está na porta da biblioteca, sempre aponta o bico para você, não importa de que lado do quadro você estiver, 2. o segundo andar – que traz fotos, faixas diplomáticas e tem a salinha com os restos mortais de Kubitschek. O teto é feito por vitrais vermelhos que iluminam o caixão.

Enceramos a noite em um barzinho no Pontão, se eu não me engano chamava Mormaii Surf Bar.

Domingo

Começamos o dia com uma visita a Ermida Dom Bosco. É um parque que possui uma vista linda do Lago Paranoá. É uma homenagem ao santo que, segundo a história, previu a construção da cidade.

Os limites do parque vão até a beira do lago, onde tem um pier e a galera mergulha (leve biquíni!). Muito lindo.

Depois fomos conhecer o Palácio da Alvorada. Infelizmente, o único dia de visita são as quartas-feiras, das 15h às 17h (não iria estar mais lá 😦 ), então tivemos que dar uma olhada de fora mesmo haha

Próxima parada: Palácio do Planalto. Este só abre aos domingos, das 9h30 até às 14h

Ele também possui um tour guiado, que sai de meia em meia hora. Lá dentro, além da arquitetura incrível de Oscar Niemeyer, há várias pinturas, esculturas e móveis assinados por grandes artistas brasileiros. Uma coisa linda ♥

Depois, atravessamos a rua e fomos dar uma olhada na maquete da cidade, que fica no espaço Lúcio Costa, embaixo da praça.

Próxima parada: Catetinho.

Uma casa construída em 10 dias para que JK e sua família ficasse durante a construção de Brasília.

Depois a gente foi comer a pizza Dom Bosco, que é a cara de Brasília e está lá desde 1960, ou seja, desde a inauguração da cidade. Após a pizza, fomos até a Igrejinha Nossa Senhora de Fátima, onde encontramos outro mural de Athos Bulcão do lado de fora. Não conseguimos ver o lado de dentro direito, pois estava fechada, só deu para olhar entre as frestinhas da porta (e já deu para perceber o quanto ela é linda, toda de cristais por dentro).

Adorei conhecer Brasília com vocês! @anaisadebrito obrigada ❤ #saudades #bsb

A post shared by Bruna Nobre (@bru.nobre) on

Logo depois, começamos a saga para comer pescoço de peru, uma comida de boteco que só tem lá. Mas não encontramos nenhum bar que vendesse aberto 😦

Então a gente foi pro Coco Bambu, um restaurante com uma vista perfeita para o Lago Paranoá. E assim nosso domingo terminou: tomando caipirinha vendo meu último pôr do sol na capital do país, com uma vista linda.

Segunda-feira

Escolhemos um último lugar para ir, que acabou sendo o Templo da Boa Vontade. Um templo ecumênico, aberto 24h para meditação.

e fechamos minha visita em Brasília almoçando na Padaria Belini, um lugar tradicional e clássico de lá.

AMEI essa cidade! Tem que entrar na lista de todo mundo em os lugares para visitar durante a vida. A arquitetura, disposição da cidade, planejamento de trafego, é tudo diferente do que eu já tinha visto. Não tem muitos semáforos, por exemplo, porque as rotatórias e tesourinhas organizam o trânsito.

Por outro lado, é uma cidade ruim para andar a pé.

Mas enfim, pretendo voltar um dia e conhecer o que ficou faltando! Não consegui ir no Palácio do Itamaraty, por exemplo 😦 mas voltarei, me aguardem! ♥

Anúncios

2 comentários sobre “Meu roteiro turístico em Brasília

  1. Erika disse:

    Oi Bruna, estou amando seu blog, e só pra ficar mais perfeito ainda seu post, só corrigir alguns errinhos.
    ” Depois, atravessamos a rua e fomos dar uma olhada na maquete da cidade, que fica em um espaço (ESPAÇO LÚCIO COSTA) embaixo dA PRAÇA. ”
    ” Encerramos a noite em um barzinho no PONTÃO, se eu não me engano chamava Mormaii SURF BAR.”
    Venha mais vezes à Brasília, aqui não tem praia, mas tem muito lugar legal pra conhecer.
    Bjs 😉

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s